Técnica da Adição de Vegetais em Sabonetes

[vc_row][vc_column][vc_cta h2=”Sabonete com sementes de erva-doce” style=”flat” color=”black”]As sementes podem ser adicionadas tanto a sabonetes opacos, como a sabonetes transparentes. No caso de sabonetes opacos, sua principal finalidade é como esfoliante; já nos sabonetes transparentes ainda se obtêm um bonito efeito decorativo.[/vc_cta][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text]

Olá queridos leitores do Portal Sabonete Artesanal , hoje você irá aprender a Técnica da Adição de Vegetais em Sabonetes. Você sabia, que é possível adicionar as mais diversas partes de vegetais aos sabonetes com finalidade decorativa, esfoliante, aromática, terapêutica ou uma combinação destas funções? . As sementes de erva-doce, sementes de maracujá, capim limão moí- do (pó para chá), sã o alguns exemplos, além destas, podem ser acrescentadas pé- talas de rosas e outras flores, aveia, cravo da índia, casca de canela, diversas sementes duras e bucha vegetal, entre outras. É importante tomar o cuidado de utilizar apenas materiais que não cortem ou furem a pele quando o sabão estiver sendo utilizado. As plantas também não podem ser tóxicas, para evitar alergias e outras complicações, e estejam limpas e secas para evitar que estraguem o sabonete pela contaminação com fungos e bactérias ou pela liberação de líquidos. Desta forma os materiais utilizados, preferencialmente devem ser desidratados.

Procedimento

1. Corte a base branca ou transparente, em pedaços finos e derreta em banho-maria ou no forno micro-ondas. Não deixe a massa ferver.

2. Adicione à base a essência de erva-doce o extrato glicólico e um pouco de corante verde. Artesanato em sabonetes: a sofisticação do acabamento

3. Espalhe pela forma uma pequena quantidade de sementes de erva-doce e borrife um pouco de álcool sobre elas para umedecê-las.

4. Despeje a base sobre as sementes e, se for necessário, misture as sementes com a base ainda molhada, para distribuí-las melhor. Se formar espuma sobre o sabonete, borrife álcool por cima.

5. Caso desejar, salpique mais algumas sementes sobre a base de sabonete para que fiquem sementes dos dois lados deste. Espere secar e retire da forma.

6. Espere cinco minutos e apare as bordas do sabonete com uma faca, embale em filme plástico de cozinha. A seguir alguns sabonetes que demonstram essa técnica. Este procedimento pode ser utilizado para todas as sementes pequenas, como as de maracujá, as de crista de galo (para sabonetes de morango) e as de uva, entre outras. Também podem ser utilizadas sementes moídas com o objetivo apenas de esfoliação, como as de apricot, de linhaça ou mesmo de uva e maracujá.

A seguir alguns sabonetes que demonstram essa técnica.

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text]Créditos:  Ricardo Mercadante e Lucilaine de Assumpção.
[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column][vc_column_text]

2019 TEM 3 NOVOS CURSOS DISPONÍVEIS

Saboaria Artesanal – Linha Provence

Clique na imagem para ver o conteúdo do curso


Saboaria Artesanal – Linha Fitoterápica

Clique na imagem para ver o conteúdo do curso


Saboaria Artesanal – Frutas Tropicais

Clique na imagem para ver o conteúdo do curso

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Comentários

Comentários